Menopausa

COMO RECUPERAR O QUE A MENOPAUSA ROUBOU DE VOCÊ

72views

omo recuperar o que a menopausa levou de você

Neste artigo você vai descobrir como recuperar o que a menopausa roubou de você. Frequentemente, escuto relatos de mulheres dizendo que não são mais as mesmas e que perderam suas vidas com a chegada da menopausa.

Você se sente assim?

Mas por que será que isso acontece? Por que mudamos tanto?

Para que você compreenda como todo o processo ocorre, vou te explicar, primeiramente, como os hormônios acontecem na vida da mulher.

Como os hormônios acontecem na vida da mulher: 4 fases

Como já expliquei em outros conteúdos, os hormônios são substâncias fundamentais em nossa vida. Tal fato ocorre pois eles são responsáveis pela estimulação celular. Somente assim, nossas células são capazes de executar suas funções de maneira adequada. Entretanto, nossa produção hormonal sofre grandes alterações ao longo do ciclo de vida. Portanto, dividi essas modificações importantes em 4 fases.

Fase 1- “Os ovários dormem”

Nas crianças, a produção hormonal se dá através do estímulo adrenal. Portanto, até cerca de 8 anos, meninos e meninas têm a mesma produção hormonal. Logo, as meninas não apresentam ciclos menstruais pois os ovários ainda não estão em funcionamento para o período reprodutivo.

Fase 2 – “O despertar dos ovários”

Nas meninas, por volta de 8 a 10 anos dá-se o início do desenvolvimento do útero e dos ovários. Por isso, começam a surgir os primeiros caracteres sexuais femininos, como:

  • Crescimento de pelos – telarca;
  • Desenvolvimento das mamas – pubarca;
  • Primeira menstruação – menarca;
  • Alteração das formas corporais;
  • Mudança do tom de voz;
  • Modificação do comportamento.

Sendo assim, os ovários acordam e por volta dos 10-12 anos a menarca marca o início da fase reprodutiva da mulher. Com isso, os ciclos menstruais começam e os hormônios estão em ação total.

Com o passar dos anos, todas as mulheres chegam na Fase 3.

Fase 3 – “O adormecer dos ovários”

Nesta fase, denominada climatério ou pré-menopausa, ovários começam a dar sinais do esgotamento de suas reservas. Por isso, sua atividade vai reduzindo cada vez mais já por volta dos 35 anos e progride nos 40-45 anos.

Logo, as produções de progesterona e estrogênio vão diminuindo até parar. Além disso, a testosterona também vai diminuindo e os ciclos menstruais começam a ficar irregulares. Portanto, nesta fase, os primeiros dos inúmeros possíveis sintomas da menopausa começam a surgir gradativamente.

Fase 4 – “O sono eterno dos ovários”

A menopausa, que é a data da última menstruação, indica que os ovários esgotaram as suas reservas. Portanto, nessa fase, no climatério ou pós-menopausa, nosso organismo está sem produção de progesterona e estrogênio. Em algumas mulheres, resta pouco estrogênio, que pode ser produzido através de outros processos. Além disso, a testosterona também fica diminuída.

Porém, em todas as mulheres os ciclos menstruais se enceram e não há capacidade reprodutiva. Ou seja, os ovários deixam de funcionar definitivamente.

Sendo assim, de forma resumida, os hormônios produzidos pelos ovários dão início a uma nova fase na vida da mulher. Deixamos de ser criança e passamos para a fase reprodutiva. Porém, esses hormônios existem por décadas, mas depois deixam de existir até o final da vida. Por isso, os ovários acordam, dão vida e se vão. Mas, após a menopausa, a nossa vida continua por várias décadas e merecemos viver com qualidade e felicidade.

O que os hormônios trazem para a vida de toda mulher?

Para que você possa compreender toda a magnitude do problema, é preciso entender de que forma os hormônios agem no seu corpo. Portanto, os hormônios femininos apresentam 2 tipos de ações:

  • Ação reprodutiva: que nos dá as características sexuais femininas e torna possível a reprodução;
  • Ação não reprodutiva: regulam centenas de funções celulares que não estão relacionadas com a reprodução.

É por conta da ação não reprodutiva que sofremos com tantos sintomas e é por isso que é preciso recuperar o que a menopausa roubou de você.

Ações reprodutivas dos hormônios

As ações hormonais do tipo reprodutivas têm a função de desenvolver e manter as características sexuais femininas e preservar a perpetuação da espécie através da capacidade de reprodução. Sendo assim, os hormônios femininos são responsáveis pelo(a):

  • Forma corporal: tamanho do quadril e da cintura;
  • Padrão de distribuição de pelos;
  • Desenvolvimento das mamas: com a finalidade de amamentar e, assim, preservar a espécie;
  • Tonalidade da voz feminina;
  • Capacidade de ovular, engravidar e, assim, perpetuar a espécie;
  • Comportamento feminino característico para criar e educar os filhos.

Portanto, as características sexuais femininas, do ponto de vista reprodutivo, têm a função de seduzir o parceiro, engravidar, amamentar, preservar a espécie e perpetuar a vida.

Ações NÃO reprodutivas dos hormônios

Você sabia que os hormônios femininos afetam cerca de 400 funções celulares que não estão relacionadas com a reprodução?

Sendo assim, algumas das funções não reprodutivas mais importantes são:

  • Proteger os vasos sanguíneos e o coração;
  • Preservar os ossos, evitar osteoporose e fraturas;
  • Ativar os músculos e assim evitar a sarcopenia (perda de massa muscular);
  • Estimular a formação de serotonina, que é extremamente importante para o humor e o combate a depressão;
  • Acionar neurônios e preservar a memória;
  • Ajudar a dormir melhor;
  • Estimular pele e cabelos;
  • Manter as articulações saudáveis;
  • Estabilizar a temperatura corporal;
  • Ajudar no metabolismo: colesterol, triglicerídeos e insulina;
  • Promover manutenção da massa magra;
  • Controlar a massa gorda;
  • Auxiliar na distribuição de gordura corporal;
  • Manter os vasos sanguíneos relaxados: pressão arterial;
  • Preservar todas as mucosas: olho, ouvido, boca, intestino;
  • Atuar na mucosa de toda a região genital e urológica;
  • Prevenir cistites, corrimentos e incontinência urinária;
  • Melhorar o desejo sexual, a excitação e o orgasmo.

Vantagens dos hormônios

Com tudo isso, podemos perceber que os hormônios são importantes para a mulher perpetuar e preservar a espécie. Porém, são muito importantes também para garantir que várias funções no corpo aconteçam. Por esses motivos, os hormônios trazem muitos benefícios para a mulher, preservando a nossa qualidade de vida.

O que a menopausa roubou de você?

A mãe natureza nos deu os hormônios. Porém, antigamente nossa expectativa de vida era muito menor. Ou seja, as mulheres morriam bem antes de chegar na menopausa.

Desta forma, com o avanço da medicina e da ciência, conquistamos a possibilidade de viver cada vez mais. Entretanto, a nossa programação biológica não acompanhou esse progresso tecnológico e nós perdemos os nossos hormônios (nosso super patrimônio) gradativamente com o passar dos anos.

Isso afeta não só a nossa parte reprodutiva, como também muito da nossa parte produtiva e, com isso, a nossa existência. Por isso a menopausa é uma fase tão impactante na vida de todas nós.

O que a menopausa roubou da parte reprodutiva?

Basicamente, a menopausa indica o fim do período reprodutivo. Ou seja, nós perdemos a fertilidade e não temos mais condições de perpetuar a espécie.

O que a menopausa roubou da parte NÃO reprodutiva?

Para a parte não reprodutiva as perdas são muitas. Veja abaixo tudo que perdemos por decorrência do declínio hormonal:

  • Proteção dos vasos sanguíneos e do coração: maior risco para derrame e infarto (aumento de 30%);
  • Ossos: maior risco osteoporose e fraturas;
  • Diminuição da massa muscular (sarcopenia);
  • Estímulo para formação de serotonina: maior risco depressão;
  • Estímulo do neurônios: piora na memória;
  • Qualidade do sono: entrecortado;
  • Cabelos secos, finos, quebradiços e que não crescem;
  • Colágeno: reduz em 30%;
  • Saúde articular: dores;
  • Temperatura corporal: calorão pode acelerar a demência;
  • Metabolismo: mais lento, aumentam o colesterol e os triglicerídeos;
  • Insulina: resistência;
  • Perfil corporal: menos massa magra e mais massa gorda;
  • Distribuição de gordura corporal: muda de “pera” para “maçã”;
  • Vasos sanguíneos: perdem estímulo e há aumento da pressão arterial;
  • Hidratação de todas as mucosas: olho seco, coceira ouvido, boca seca;
  • Lubrificação vaginal: secura e dor na relação;
  • Desejo sexual: perda de libido, excitação e orgasmo;
  • Saúde urogenital: cistites e corrimentos.

Desvantagens da menopausa

  • A ideia de que a menopausa é apenas não menstruar e não engravidar é muito  errônea 
  • Está claro que o corpo feminino precisa de seus hormônios
  • A mulher passou a viver mais e os ovários não

Como recuperar o que a menopausa roubou de você? 

Está claro na sua cabeça que a menopausa é um processo que ocorre para 100% das mulheres? E que a falência ovariana é irreversível?

Logo, tratar a menopausa é necessário, a partir do momento que surgirem os primeiros sintomas. Estes, variam em intensidade e frequência de mulher para mulher. Por isso, você pode ter poucos sintomas ou dezenas deles. Muitas mulheres nem desconfiam que tudo de ruim que elas sentem faz parte dos sintomas da menopausa. Isso faz com que muitas procurem diversos médicos e acabem tomando muitos remédios que não agem na causa.

Sendo assim, com toda a minha experiência e mais de 6500 horas trabalhando com mulheres na menopausa, eu proponho que você siga 4 fases para virar o jogo e mudar sua vida!

FASE 1 – MENTAL: MUDAR AS SUAS CRENÇAS SOBRE A MENOPAUSA

ESSE É O PRIMEIRO PASSO PARA RECUPERAR O QUE A MENOPAUSA LEVOU DE VOCÊ.

Saber e entender o que é menopausa, porque ela ocorre e todas as suas consequências para a sua vida é fundamental. Por isso, preciso deixar claro que é um processo fisiológico e natural para todas as mulheres. Porém, quando os sintomas trazem prejuízos e te fazem sofrer, a menopausa passa a ser considerada patológica e, portanto, exige tratamento.

Alguns sintomas geram sérios riscos à saúde como demência, depressão e acidentes vasculares. Por isso, tome uma decisão e procure um médico logo.

 Não desista, pois a melhora é gradual e diária, tenha paciência, dedique-se e espere o tratamento funcionar. Não pare de se cuidar! Se preocupar com a saúde é algo para a vida toda.

FASE 2 – A ALIMENTAÇÃO CERTA PARA A MENOPAUSA

FAZER ISSO É FUNDAMENTAL PARA VOCÊ TER SAÚDE NA MENOPAUSA.

Nessa fase, nosso metabolismo muda e fica mais lento. Assim, passamos a acumular mais gordura corporal, principalmente na barriga. Por isso, é preciso escolher os melhores alimentos para melhorar o funcionamento celular, desinflamar o corpo e obter mais energia para as atividades do dia a dia.

FASE 3 – ALTERNATIVAS A REPOSIÇÃO HORMONAL NA MENOPAUSA: TRATAR SEM HORMÔNIOS

Alguns fatores e estratégias que contribuem demais no tratamento para a menopausa são:

  • Atividade física regular: caminhar, nadar, musculação e etc. Desta forma, você vai melhorar a sua composição corporal. Isto é, vai perder gordura, manter ou ganhar massa muscular.
  • Higiene do sonodormir bem ajuda a equilibrar os hormônios, o que reduz o calorão, equilibrar a fome, a compulsão alimentar e manter o peso ideal.
  • Meditação/ Yoga: ajuda a gerenciar o estresse, o que melhora o humor, o calorão, além de contribuir para a perda de peso.
  • Acupuntura: ajuda a gerenciar estresse, melhorando o humor e o calorão. 
  • Fitoterapia e suplementação: substâncias como isoflavonas, maca peruana, tribulus, vitaminas e minerais (complexo B e magnésio), ajudam a aliviar os sintomas e melhoram sinais como: libido, ansiedade, massa óssea, calorão e insônia. O ideal é consumi-los com a prescrição de um médico ou nutricionista se experiente na área, para que as doses e combinações seja ajustadas de acordo com o seu caso.

FASE 4 – EQUILÍBRIO HORMONAL  NA MENOPAUSA: PRECISA DE MÉDICO

AO FAZER TUDO ISSO VOCÊ RECUPERA O QUE A MENOPAUSA ROUBOU DE VOCÊ.

A reposição hormonal é a fase final e pode ser feita nos casos em que não há contra indicação e após uma rigorosa avaliação da sua saúde. Porém, essa fase tem pouco efeito se você não adotar um estilo de vida ativo, saudável e com menos estresse.

Portanto, todas essas etapas vão te ajudar a recuperar o que a menopausa levou de você!

Agora que você já tem consciência de que é preciso tratar a menopausa e de que é possível recuperar a sua vida, você está pronta para decidir o que é melhor para você e agir!

Aproveite e ajude outras mulheres que estão sofrendo e com muitas dúvidas. Compartilhe esse artigo e espalhe o conhecimento. Juntas vamos ajudar cada vez mais mulheres a esquecerem os mitos e procurarem auxílio!

Vamos tornar a menopausa a melhor fase da vida de todas as mulheres!

Já conquistamos uma vida mais longa, agora precisamos conquistar uma vida mais feliz!

Deixe uma Resposta